A Gestão de Conteúdo e as tendências para 2020

Informação é o novo “petróleo” do século XXI, que movimenta as corporações pelo mundo. As tomadas de decisões no mundo corporativo são executadas a partir de informações que estão armazenadas em documentos físicos e digitais. Todo processo dentro de uma organização, desde a analise de dados financeiros até as apresentações comerciais das mais simples ou complexas são executadas a partir de processos documentais sejam físicos ou digitais, impactando diretamente no armazenamento de dados/informações/documentos e na gestão e controle dos mesmos.

Com a evolução das TIC´s e do acesso as informações, as empresas de softwares de GED tiveram que repensar seu modelo de negócio, saindo do formato “hierarquia setorial” , popularmente conhecido como pastas na sua estrutura divididas por área e evoluiram para um estilo de busca “google” para atender as organizações corporativas pelo mundo , que buscam informação/documento de forma ágil para impactar no seu negócio e lucrar. Assim os softwares GED se atualizaram para atender a demanda do mercado, avido por informações, com celeridade e qualidade, oferecendo um leque de funcionalidades que se adequem ao seu cliente final.

Confira abaixo as principais tendências que estão transformando a Gestão Eletrônica de Documentos nos últimos tempos:

  1. Novos formatos de trabalho (Exs:. GED mobile, homework…);
  2. Networking (não fazemos nada sozinhos, em equipe o resultado sempre será melhor);
  3. Conteúdo digital (o mundo está digital, as novas gerações são digitais, o MKT Digital é realidade);
  4. Nova infraestrutura de TIC (um dos maiores impactos é uma TI mais humano organizacional, além da disruptura com relação ao formato de Infra On premisecloud, a segunda opção está ganhando maior destaque, greats!).

Novos formatos de trabalho

O que as pessoas mais usam no dia a dia? Para pedir comida, água , fazer comprar…?

SMARTPHONES!

Com a ascensão e popularização dos celulares, dos app, das redes sociais e do formato cloud na TI, a forma de trabalho nas organizações vem sofrendo mudanças nos últimos anos. Você algum dia pensou que falaria com um Chatbot ao ligar para seu banco? A BIA do Bradesco está aí para provar que tudo é possível.

As ferramentas de Gestão de Documentos têm que atender a esse atual modelo social e de negócio , nos quais as pessoas estão conectadas 24h por dia. As ferramentas GED tem que ter acessibilidade e usabilidade, além de estarem adaptadas para smartphones, afinal o mundo “está em suas mãos, a um click”, então os colaboradores de uma organização esperam que uma ferramenta de GD permita que eles encontrem, compartilhem, de maneira fácil, ágil e colaborativa os documentos da organização na qual trabalham.

Networking , afinal ninguém faz nada sozinho!

Na atualidade estamos sempre como? CONECTADOS/ONLINE! No mundo dos negócios, construir relações solidas e com proposito é fundamental para a carreira de qualquer profissional. O networking é a forma mais atual de conhecer pessoas e “trocar ideias” ou até mesmo fechar negócios e fazer parcerias, os “likes” da vida real. As grandes corporações atualmente estão cada vez mais buscando isso, permitindo a evolução inclusive do formato de trabalho, algumas organizações no Brasil já aderem ao formato homeoffice, no mundo isso já é uma realidade, além da criação de espaços coworking, espaços compartilhados.

Para atender a esses novos formatos de trabalho, as ferramentas de GED precisam além de suportar, ter maior controle e segurança da informação para o compartilhamento de conteúdo dentro e fora das organizações. Acesso as informações/documentos do “oiapoque ao chuí”.

Conteúdo digital (quem não tem instagram hoje em dia? OMG!)

As organizações atualmente não compartilham somente o formato tradicional de documentos. como pdf word. As organizações estão aderindo cada vez mais as redes sociais “Instagram” está cada vez mais sendo utilizada para impulsionar números (gerar lucro) para as organizações pelo mundo. Quais os novos tipos de arquivos? Conteúdo digital, fotos digitais… tudo isso têm que ser controlado pelas organizações, indo muito além daquele material guardado em caixas , no tão temido e famoso “arquivo morto” (a maioria das pessoas ainda se refere assim a área de documentos de uma organização, no Brasil). As ferramentas de GED atuais tem que se adequar e atender aos formatos tradicionais de arquivos e os novos tipos de conteúdos digitais.

Uma nova era…ops Uma Nova TIC.

As organizações estão cada vez mais buscando formar times de TIC de alta performance , buscando inovação aliada as tecnologias.

As organizações que tem uma TI estruturada e atualizada com o mercado atual, mais estratégica e adequada a cultura organizacional tende a ter melhores resultados e maior aceitação dos colaboradores, inclusive ao uso de ferramentas no processo de trabalho.

O mercado atual busca um software de GD corporativo híbrido e integrado, ou seja, com opção on premise ou cloud e com bom desempenho e que permita integrar com as demais ferramentas da organização , por isso é muito importante uma área de TI estruturada e sólida dentro da organização para que o usuário final seja impactado positivamente e que as tecnologias tragam para ele resultado satisfatórios. O conteúdo está a um click e espalhado na rede, então um GED com arquitetura da informação e interação será mais atrativo para qualquer organização.

Post original no Linkedin